HISTÓRIA DA TELEVISÃO BRASILEIRA

 

Rede Globo de Televisão

Foi em 26 de abril, em 1965, mais precisamente às 11 horas, que entrou no ar o canal 4, TV Globo do Rio de Janeiro, dando o pontapé inicial para a formação da Rede Globo de Televisão. A concessão foi outorgada no governo do presidente Juscelino Kubitschek, e aos poucos outras emissoras da rede entravam no ar: em São Paulo, através do Canal 5 (antiga TV Paulista, adquirida do grupo Victor Costa); em Belo Horizonte (pela emissora adquirida do grupo J. B. Amaral em 1968), em Brasília, em 1971 (concessão feita pelo presidente João Goulart em 1962), e em Recife (através de emissora adquirida do grupo Victor Costa).

A Globo cobre hoje 99,84% dos 5.043 municípios brasileiros, através de 113 emissoras entre Geradoras e Afiliadas.

Mas falando na história da emissora, vale lembrar que ela logo de início, imprimiu um novo conceito de qualidade à televisão brasileira. Também nas transmissões internacionais foi pioneira. A Copa do Mundo de Futebol na Inglaterra, em 1966, foi a primeira transmitida ao vivo; e o lançamento da nave espacial Apollo IX, em 1968 foi a pioneira transmissão via satélite.  

A Globo iniciou a operação em rede no Brasil, em 1969 com o Jornal Nacional, um marco na história da TV brasileira. Foi pioneira também na implantação da TV em cores no Brasil, em 1972. Já em 1975 a emissora contava com uma programação nacional.

Destaque também para a utilização do satélite Intelsat para transmissões em tempo real dentro do país.

Em 1966, a autora cubana Gloria Magadan escreveu  uma das primeiras novelas levadas ao ar pela Globo, "Eu compro esta mulher", vindo depois com igual sucesso, da mesma autora "O sheik de Agadir", que inovou registrando maior número de cenas externas e uma edição mais ágil.

O Centro de Produção da Globo (PROJAC), em Jacarepaguá, é o maior da América Latina e conta no total com 1.300.000 metros quadrados, dos quais 120 mil de área construída, abrigando estúdios, módulos de produção e galpões de acervo.

A Rede Globo conta hoje com cerca de 8 mil funcionários, sendo mais de 4 mil envolvidos diretamente na criação dos programas: autores, diretores, atores, jornalistas, cenógrafos, figurinistas, produtores, músicos e técnicos.

No período de um ano, a Globo grava e exibe diversas novelas, minisséries e especiais. Ao todo, se somarmos os shows, humoristicos, musicais, eventos e jornalismo: são 4.420 horas de produção própria todo ano, o que coloca a emissora na posição de maior produtora de programas próprios de televisão do mundo.


Fonte: Site da Rede Globo.

Voltar para História da TV


Principal    -   Carreira   -    História do Rádio   -    História da TV   -    Emprego   -   Lista de Emails   -   Perfil   -   As Mais Tocadas   -   Notícias   -   Links   -   Email

Microfone: O Site do Radialista !